Conforme prometido: Texto da interpretação da não-proibição do Xenon.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Conforme prometido: Texto da interpretação da não-proibição do Xenon.

Mensagem por Rafael Koch em Dom Jun 21 2009, 17:33

Kit Xenon não está proibido.

Pessoal, segue o real esclarecimento sobre o assunto. Imprimam e levem no carro, para evitar aporrinhações.

KITS XENON NÃO ESTÃO PROIBIDOS!

A Rede Globo de Comunicação, tanto na comunicação escrita (Jornal O Globo de 12/11/08), quanto televisiva (JN de 05/12/08), informou que os proprietários de veículos que instalaram o Kit XENON, deveriam atender as normas da resolução 294 de 17/10/08 (complemento da resolução 227/07), ou seja, deveriam instalar o sistema de lavagem de faróis e o ajuste do facho luminoso ligado a suspensão.

A ESSA INFORMAÇÃO, FALTOU ACRESCENTAR QUE A OBRIGATORIEDADE SERIA PARA OS VEÍCULOS FABRICADOS A PARTIR DE 01/01/2009.

Veja o que diz o texto original da Resolução 227/00 de 09/02/07, apenas no item que se refere aos sistemas
de iluminação e sinalização de veículos:

Art. 1: Os automóveis, camionetas, utilitários, caminhonetes, caminhões, caminhão-trator, ônibus, microônibus, reboques e semi-reboques novos saídos de fábrica, nacionais e importados a partir de 01.01.2009, deverão estar equipados com sistema de iluminação veicular, de acordo com as exigências estabelecidas por esta resolução e seus anexos.
Para ver a íntegra da Lei, é através do site:

http://www.denatran.gov.br/resolucoes.htm

Clicar na resolução 227.

########################################################

ESCLARECIMENTOS SOBRE REGULAMENTAÇÕES 227 E 294 DE XENON

No que cerce a regulamentação 294 oficializada pelo Contran e que se encontra por escrito no site do Denatran no link http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_294.pdf, deve-se esclarecer alguns pontos de alta relevância no pragmatismo da vigência da nova regulamentação, a iniciar-se em 01 de janeiro de 2009.

1) A autuação pelo uso do xenon é improcedente como auto de infração sob quaisquer circunstâncias pois, a
fim de aferir a autuação, a autoridade seja rodoviária, do CET ou da polícia militar, deve estar equipada e fazer uso dos aparelhos de medição que comprovem que o kit de xenon instalado produza de forma plena acima de 2000 lumens, conforme consta na resolução 294.

2) A única forma de aferir e comprovar que o kit de xenon instalado infringe a regulamentação 294 é levar o
veículo ao único laboratório no Brasil que conta com os equipamentos necessários para o teste, no setor de fotometria da USP em São Paulo, onde segundo o coordenador da área, paga-se de R$5.000,00 a R$15.000,00
por teste, o que inviabiliza ao Contran desembolsar tal quantia para comprovar tecnicamente a autuação de cada carro.

3) Xenon de 8.000K é proibido desde antes de ser lançado, pelo fato de já haver sido regulamentado pelo
Contran que não é permitido iluminação automotiva cuja coloração não seja branca ou amarela. Portanto, estamos falando e defendendo apenas xenon de até 6.000K, cuja cor é branca. Ainda assim, a autuação do kit
xenon de 8.000K por ser azul é passível de recurso, pois não se autua um carro baseado no “olhômetro” ou “achômetro” e sim com o uso de um cromoscópio, este também, disponível apenas no setor de fotometria da
USP.

4) Os equipamentos referidos como necessários para lâmpadas (em ambas regulamentações não é citado o
xenon como incluso nas normas) que excedam os 2000 lúmens devem ser o “Leveling” e “Washing” ou em português claro, controle de ajuste de inclinação de ataque do feixe de luz e limpador da lente do conjunto
ótico do farol baixo (excluem-se dessa forma, farol alto e de neblina) compreendido por um esguichador de água e limpador móvel de borracha.
Novamente, é necessário que a autoridade que visa autuar o carro possua um equipamento apropriado para aferir se o veículo, equipado ou não com o “leveling” , tenha os faróis BAIXOS regulados de acordo com a norma.
Entende-se que o fato de haver um “leveling” no veículo, não comprova que este esteja de fato regulado de acordo com a norma.

5) Há carros importados ou nacionalizados que são fabricados com kits de xenon. Todo kit de xenon de até 12.000K produz mais que 2.000 lumens, dessa forma, muitos modelos de carros estão em desacordo com a nova lei. Isso é absolutamente improcedente - montadoras produzirem ou importarem veículos que não atendam as normal regulamentares do país onde serão comercializados.

Dessa forma, concluímos que em caso de algum veículo ser autuado pelo uso do kit de xenon, a própria lei
respalda o deferimento do recurso. Ainda assim, é ato perspicaz que no momento da instalação do kit de xenon, o conjunto ótico do farol seja devidamente regulado a fim de evitar que o corte de ataque do feixe de luz seja equivocadamente direcionado para cima e não para a frente com ângulo inclinado para o asfalto.

##############################

Jornal Nacional esclarece dúvidas sobre o uso dos faróis de xenônio

Novas regras começaram a valer em 1º de janeiro deste ano. Faróis de xenônio são mais potentes que os comuns halogênios.

Do G1, em São Paulo, com informações do Jornal Nacional

As novas regras para os faróis de xenônio começaram a valer no primeiro dia do ano. Com isso, todos os carros novos nacionais ou importados equipados com farol de xenônio, fabricados a partir de 1º de janeiro de 2009, deverão ter obrigatoriamente dispositivos de limpeza dos faróis (esguicho) e regulagem automática do facho da luz.

A portaria publicada pelo conselho de trânsito nacional cita especificamente os carros novos, mas levantou uma
dúvida entre os milhares de brasileiros que instalaram faróis de xenônio depois de comprar o carro.

Os motoristas que instalaram os faróis antes do dia primeiro deste ano ou aqueles que ainda pretendem coloca-los nos carros que saíram de fábrica sem eles precisam seguir três passos:

1º - Pedir autorização prévia ao Detran do seu estado (mesmo os que já instalaram o equipamento e não o
regularizaram);

2º - Depois da instalação, procurar um posto de inspeção licenciado pelo Denatran;

3º - Caso a mudança seja aprovada, o motorista deve voltar ao Detran para que a mudança seja registrada no
documento do carro.

Quem cumpre essas exigências, está dentro da lei e livre de uma multa grave, no caso de ser parado por um
policial, que rende cinco pontos na Carteira de Motorista e um prejuízo de R$ 127,00.

“Se o motorista tomou todas as providências necessárias, seguindo a legislação anterior, ele poderá continuar utilizando seu veículo e não precisará fazer qualquer modificação”, afirma Orlando Moreira da Silva, funcionário do setor de infraestrutura de trânsito do Denatran, que faz uma ressalva: “Essa modificação deverá contar no documento do carro”.

O representante das importadoras dos kits de xenônio diz que os equipamentos trazidos para o país respeitam a
lei brasileira e que, por isso, não representam risco algum para a segurança do trânsito. “Pelo contrário, o farol de xenônio permite um ganho de visibilidade para os motoristas e diminui o risco de acidentes, mas precisa estar bem regulado”, afirma.

######################

Espero ter ajudado!

Rafael Koch
Tô tirando a carteira
Tô tirando a carteira

Número de Mensagens : 268
Idade : 29
Cidade/Estado : Juiz de Fora/MG
Motorização/Cor : Preto Ebony
Código de Opcionais : KPA9
Data de inscrição : 09/03/2009

http://www.facebook.com/kochrafael

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conforme prometido: Texto da interpretação da não-proibição do Xenon.

Mensagem por LuKAs em Seg Jun 22 2009, 11:19

Boa Ajudou muito meu caro!
Agora me esclareceu completamente e irei instalar o kit xenon no meu..
deixa bonitão

LuKAs
Tô tirando a carteira
Tô tirando a carteira

Número de Mensagens : 111
Idade : 28
Cidade/Estado : Petrolina / PE
Motorização/Cor : 1.0/VERMELHO + Pneu 195/55 R15 + Roda Shock R92 R15
Código de Opcionais : KBC9
Data de inscrição : 09/01/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conforme prometido: Texto da interpretação da não-proibição do Xenon.

Mensagem por Rafael Koch em Seg Jun 22 2009, 11:20

Heheheh!

Rafael Koch
Tô tirando a carteira
Tô tirando a carteira

Número de Mensagens : 268
Idade : 29
Cidade/Estado : Juiz de Fora/MG
Motorização/Cor : Preto Ebony
Código de Opcionais : KPA9
Data de inscrição : 09/03/2009

http://www.facebook.com/kochrafael

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conforme prometido: Texto da interpretação da não-proibição do Xenon.

Mensagem por Peu em Qui Ago 06 2009, 01:35

E quanto é que vamos ter que desembolsar para regularizar hein??

Peu
Piloto de Arcade
Piloto de Arcade

Número de Mensagens : 1
Cidade/Estado : Salvador, Bahia
Motorização/Cor : 1.0 preto
Código de Opcionais : Xenon 6000K
Data de inscrição : 28/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conforme prometido: Texto da interpretação da não-proibição do Xenon.

Mensagem por Rodrigo Sartori em Qui Ago 06 2009, 21:16

Por isso nao retirei os meus.

Sou contra apenas aos farois com xenon e que estao desregulados, isso sim deveria ser levado em conta.

Rodrigo Sartori
Motorista Veterano
Motorista Veterano

Número de Mensagens : 2768
Idade : 36
Cidade/Estado : Campinas / SP
Motorização/Cor : 1.0 / Vermelho
Código de Opcionais : KFC9 / Neo
Data de inscrição : 02/06/2008

http://www.CampinasBikeClube.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conforme prometido: Texto da interpretação da não-proibição do Xenon.

Mensagem por vinighost em Seg Ago 10 2009, 00:10

alguem ai precisa tentar regularizar pra ver o que rola!

vinighost
Tô tirando a carteira
Tô tirando a carteira

Número de Mensagens : 304
Idade : 28
Cidade/Estado : São Bernardo do Campo / SP
Motorização/Cor : Preto Ebony 1.6
Código de Opcionais : KPP9 + DVD
Data de inscrição : 26/03/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conforme prometido: Texto da interpretação da não-proibição do Xenon.

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 09:40


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum