Carta a Ford Superfor Diadema/SP

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Carta a Ford Superfor Diadema/SP

Mensagem por Shu-Sha em Ter Jul 05 2011, 13:13

Caro Sr. Willians.

Conforme nosso contato em 11/09/10, segue relato dos problemas que foram apresentados no veículo Ford Novo Ka 2009/2010, Placa EMM 8331.

Em 29/08/10, retornava de Vinhedo pela rodovia dos Bandeirantes, quando percebi que as lâmpadas do painel, lanternas dianteiras, lanternas traseiras e faróis auxiliares de neblina haviam se apagado.

No dia 30/08/10 levei o veículo a concessionária Superfor SP Veículos LTDA, a fim de averiguar o problema ocorrido. O carro foi recebido pelo consultor técnico Paulo, que encaminhou o veículo a oficina elétrica, onde constataram que se tratava de um fusível queimado (F20), que foi substituído. O carro foi devolvido em 31/08/10.

Em 04/09/10, as lâmpadas dos faróis auxiliares de neblina se apagaram novamente. Em 06/09/10, retornei a concessionária Superfor SP Veículos LTDA, a fim de averiguar o problema ocorrido. O carro foi recebido pelo consultor técnico Paulo, que novamente encaminhou o veículo a oficina elétrica. Em 08/09/10 pela manhã, fui contatado pelo consultor Paulo informando que o veículo estava com o diagnóstico pronto, e que o diagnóstico apontava para superaquecimento dos cabos do chicote dos faróis de neblina, e que eu deveria providenciar o encaminhamento do veículo ao local de origem da instalação. Informei que os faróis de neblina eram acessórios originais Ford, uma vez que os mesmos foram instalados na concessionária Superfor SP Veículos LTDA.

Diante desta informação, o consultor Paulo solicitou que eu aguardasse até o fim da tarde, pois o veiculo retornaria para a oficina elétrica. No fim da tarde deste mesmo dia (08/09/10), fui contatado novamente, com a solicitação de retirada do veículo, pois o diagnostico apontava uma nova falha, possível mente a substituição das lâmpadas do farol de neblina.

Chegando à concessionária, informei a vendedora Adriana Pacco sobre o ocorrido, uma vez que havia comprado o veículo e os acessórios com ela, e não estava satisfeito com o serviço de pós-venda. Ela informou a responsável pelos acessórios, pois minha posição era a de que caso o problema se estendesse, eu solicitaria a retirada dos acessórios e o reembolso dos valores pagos.

A responsável pelos acessórios me encaminhou para o serviço técnico de peças, com o Sr. Antônio, para que fosse sanada a duvida sobre a originalidade do acessório (kit de farol de neblina) instalado. Foi chamado o eletricista que havia trabalhado no carro, para que fosse confrontada a informação de que o problema eram as lâmpadas com potência maior do que as originais.

O eletricista afirmou que o problema eram as lâmpadas. Confrontei a informação utilizando o Guia de Iluminação Linha Leve de Philips, paginas 3, 5, 9, 12, 18, 24, 25, 26, 31 e 39, além das informações que obtive juntamente ao SAC da Philips, onde provei que as lâmpadas utilizadas (Diamond Vision) possuíam especificações compatíveis com as lâmpadas Standard, sob testemunho da responsável pelos acessórios e do Sr. Antônio.

Os problemas começaram neste ponto, o eletricista disse não ter conhecimento de que as lâmpadas eram da Philips, e foi até o veiculo buscar as mesmas para verificar. Todos ficaram surpresos pelo fato do eletricista informar que não tina conhecimento de que as lâmpadas eram originais Philips. Questionei quanto ao fato do superaquecimento do chicote, uma vez que foi provado que as lâmpadas eram da mesma potência, amperagem e voltagem das Standards.

O Sr. Antônio informou que o carro seria verificado imediatamente. O Sr. Paulo foi informado sobre todos os fatos. Eu informei que ainda tinha um pouco de paciência e que aguardaria o veículo ficar pronto até a sexta feira (10/09/10), com condição de que o mesmo fosse minuciosamente verificado e reparado.

Em uma conversa entre eu, o eletricista, o Sr. Antônio e o Sr. Paulo, questionei se sobre o superaquecimento dos cabos, o eletricista havia medido com um voltímetro/multímetro, a amperagem e a voltagem que estava chegando no soquete, a fim de se saber se não estava chegando uma potencia maior que a devida. O eletricista informou que não havia feito tal teste.

Neste ponto minha paciência se esgotou, e falei para o Sr. Paulo e para o Sr. Antônio, que eu esperava muito mais de um eletricista que trabalhava em uma concessionária da Ford. O Sr. Antônio mencionou que o eletricista oficial estaria de férias e que aquele que trabalhava no meu carro era um quebra galhos.

Retornei para buscar o veículo no início da tarde do dia 10/09/10, por volta das 14h30. A responsável pelos acessórios me recepcionou e me acompanhou ao serviço técnico para a retirada do veículo. O eletricista me entregou o veículo, informando que os cabos haviam sido reforçados com uma bitola maior que a anterior, e que os testes de voltímetro não apresentaram distorções. Que o carro ficou em teste por 24h e que não havia apresentado anomalias elétricas.

Fui recepcionado pelo Sr. Paulo, que informou que eu deveria utilizar o veiculo por um período de 10 dias e retornar para uma nova averiguação do sistema.

Sai da concessionária sob forte claridade e não percebi os problemas que já se apresentavam. Ao fim da tarde fui ao estacionamento para apanhar o carro, e verifiquei que ao colocar a chave no contato e girar dando a partida elétrica, as lanternas dianteiras e traseiras do veículo permaneciam acesas mesmo com a chave de iluminação desligada, e que os faróis de neblina não necessitavam que a chave de iluminação estivesse ligada para se acenderem, bastando acionar o botão de liga e desliga do sistema.

Retornei imediatamente à concessionária e apresentei os problemas ao Sr. Antônio. Informei que minha paciência com o problema havia se esgotado, e sob testemunho do Sr. Wagner, informei que na segunda (13/09/10) as 08h da manhã, eu retornaria para entregar o veículo e comunicar sobre todo o ocorrido ao gerente geral da concessionária. Solicitei que o mesmo registrasse que eu havia estado na concessionária e relatado os problemas. O Sr. Antônio se desculpou veementemente e disse que não havia o que dizer neste caso. E reforçou que aquele rapaz era só um quebra galhos no lugar do eletricista oficial que estava de férias. Isto é inaceitável!

Após a saída da concessionária, no trajeto até a minha residência, tive que utilizar a buzina, e verifiquei que minha buzina marítima havia deixado de funcionar, sendo que a mesma funcionava até o momento que entreguei o veículo na concessionária.

Gostaria de deixar registrado que minha boa vontade com a concessionária e com o departamento técnico responsável pela parte elétrica, não existe mais. Não confio na concessionária, nos profissionais do departamento elétrico, e nas instalações elétricas do meu carro que é um modelo 2009/20110, que foi comprado 0 km nesta mesma concessionária.

Lamento pelos profissionais Paulo (Consultor Técnico), Antônio (Gerente de Peças) e Adriana Pacco (Vendedora), cujo empenho e a dedicação foram excepcionais.

Não retornarei e não indicarei a Superfor SP Veículos LTDA.

Não aceito o fato de uma pessoa (eletricista), pois para mim não se trata de um profissional, de tão baixa competência ser funcionário da Ford. Estou completamente indignado. E se necessário for, os fatos serão levados ao conhecimento da matriz da Ford no Brasil, a mídia e as autoridades competentes.

Atenciosamente,

Fabio Henrique de Souza Braga.

Shu-Sha
Moderador
Moderador

Número de Mensagens : 418
Idade : 37
Cidade/Estado : São Paulo/ SP
Motorização/Cor : 1.0 / Preto Ebony
Código de Opcionais : KFM 0
Data de inscrição : 14/11/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta a Ford Superfor Diadema/SP

Mensagem por Lasek em Qua Set 07 2011, 11:03

Infelizmente os pós vendas das CSS são um lixo e os serviços q eles fazem são piores aiinda...Nas revisões n trocam os filtros as velas...eu fiz as 2 revisões da garantia...o resto levo em mecanico d confiança!

Lasek
Motorista Veterano
Motorista Veterano

Número de Mensagens : 1585
Idade : 31
Cidade/Estado : Porto Alegre RS
Motorização/Cor : 1.0 RED
Código de Opcionais : RODAS ENKEI 17, molas esportivas JJ especiais e suspa fixa!!!, modulo Banda 4.8, Sub papão de 12", Som pioneer lamp. diamond vision, manometro cronomac temperatura e bateria Extra de 70 AH. aux, MIlhas e xenon de 8000K, led nas placas e na ré, pingo
Data de inscrição : 21/03/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta a Ford Superfor Diadema/SP

Mensagem por Man On The Edge em Qua Set 07 2011, 17:25

Pior que casos como esse são comuns.

Isso que dá terceirizar serviços...

Man On The Edge
Tô tirando a carteira
Tô tirando a carteira

Número de Mensagens : 481
Idade : 41
Cidade/Estado : Rondonópolis - MT
Motorização/Cor : 1.0 - Preto Ebony
Código de Opcionais : KBC9
Data de inscrição : 24/11/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta a Ford Superfor Diadema/SP

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 05:58


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum